O HOMEM DO SPUTNIK

_016479
Ano de produção: 1959
Companhia Produtora: Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S.A.;
Direção: Manga, Carlos;
Duração: 97min53seg
Estado: DF
Fotografia: Sermet, Ozen;
País: BR
Processo: BP
Produção: Farney, Cyll;
Argumento/roteiro: Cajado Filho, José
Sinopse/Enredo:
O casal de caipiras comerciantes de ovos, Anastácio e Cleci, são surpreendidos por um estrondo em seu galinheiro. Anastácio encontra entre suas galinhas um globo metálico. No dia seguinte, Cleci lê no jornal sobre o acidente com o satélite russo Sputnik e reconhece na fotografia um objeto semelhante ao que caiu em seu quintal. Anastácio leva o globo à casa de penhores e mostra-o para a funcionária Dorinha. Ela liga para o jornal onde trabalha seu namorado, Nelson, e lhe conta o fato. Alberto, jornalista inescrupuloso, ouve a conversa entre o casal e conta a novidade ao chefe do jornal. Nelson vai ao encontro de Anastácio e pede a ele que esconda o objeto. Anastácio coloca-o dentro do poço. A notícia de que o Sputnik caiu no Brasil vira primeira página dos jornais. Anastácio e Clecy se transformam em celebridades. Hospedam-se no Copacabana Palace, onde recebem propostas de grupos de russos, americanos e franceses que tentam seduzir Anastácio, apresentando-lhe a cantora francesa Bebe. Os interesses desmedidos dos estrangeiros pelo satélite levam os dois à loucura. Anastácio é raptado pelos franceses e Nelson pelos americanos. Fogem e voltam para a casa de Anastácio. Russos, americanos e franceses os seguem, disputando o valioso troféu, que ninguém sabe onde está. Anastácio revela o local onde o Sputnik se encontra e todos se alvoroçam. Não encontram nada no poço. Ao passar pelo local, o sacristão diz que pegou o Sputnik e transformou-o em pára-raios para a igreja. Os agentes estrangeiros partem decepcionados e Anastécio Cleci voltam para casa, mas se deparam com o verdadeiro Sputnik que acabara de cair no galinheiro.
Código do filme: 016479