CANDINHO

_002132
Ano de produção: 1953
Companhia Produtora: Companhia Cinematográfica Vera Cruz S.A.;
Direção: Almeida, Abílio Pereira de;
Duração: 94min
Estado: SP
Fotografia: Brasil, Edgar;
Outros títulos: O CANDINHO
País: BR
Processo: BP
Argumento/roteiro: Almeida, Abílio Pereira de;
Sinopse/Enredo:
Um bebê é encontrado no riacho que atravessa a fazenda Pedro II, de propriedade do coronel Quinzinho. O menino recebe o nome de Candinho e cresce trabalhando arduamente, mas é tratado com rudeza pelo proprietário. O coronel e sua família, e inclusive Candinho, são muito influenciados pela filosofia positiva do Professor Pancrácio. A vida na fazenda segue seu ritmo, até o dia em que o coronel surpreende Candinho beijando sua filha. Furioso, o coronel Quinzinho expulsa de sua fazenda o caipira, que parte em direção a São Paulo. Na grande cidade, trabalha em diferentes empregos até encontrar o Professor Pancrácio, disfarçado de deficiente físico. Pancrácio informa o paradeiro de Filoca, a filha do coronel, que também se encontra na cidade. Candinho parte à sua procura e encontra-a em uma boate. Depois de tanto insistir, Candinho consegue que a moça vá com ele à casa do Professor Pancrácio e lá oferece a ela seu amuleto, que porta desde criança. Dentro do amuleto, Filoca encontra um mapa que indica o local onde se encontra a herança de Candinho. Em seguida, o baú com a suposta herança é descoberto e o parentesco entre Candinho e o coronel Quinzinho é revelado, tornando-se o caipira o legítimo herdeiro do fazendeiro. Tudo termina bem com a festa de casamento de Candinho e Filoca, do Professor Pancrácio e a irmã do coronel.
Código do filme: 002132